Não viva adiando a semeadura

devocional

“Pela manhã semeia a tua semente, e à tarde não retires a tua mão, porque tu não sabes qual prosperará, se esta, se aquela, ou se ambas serão igualmente boas” (Eclesiastes 11.6).

Deus criou as plantas e as sementes, verdadeiras cápsulas de vida e poder. Em cada uma delas encontra-se o DNA, como fórmula de perpetuação das espécies. Depois foi criado o homem, a quem foi dada a liberdade e a responsabilidade de plantar e colher o que for necessário ao seu sustento. Embora seja possível encontrar o fruto que a natureza produz por si mesma, não é aconselhável que se dependa de tal casualidade. Ninguém deve esperar que Deus faça tudo. Ao criar as sementes, Ele fez o que não poderíamos ter feito. Agora, devemos escolher aquelas que queremos semear. A escolha é nossa; o trabalho é nosso.

Após a semeadura, não devemos pensar que tudo está determinado e que todos os grãos serão produtivos. Não tenhamos uma fé irresponsável e sem fundamento. No contexto desta vida terrena, desconfie de um tipo de fé que dispensa o trabalho. Ambos precisam funcionar juntos. Não sejamos triunfalistas, pensando que tudo dará sempre certo e da melhor maneira possível. Pode ser que alguma semente morra e não produza. Fracassos acontecem, seja por conta dos nossos erros, da má qualidade da semente ou do solo inadequado (Mt 13). Sobretudo precisamos estar atentos ao tempo.

“Pela manhã semeia a tua semente.” Não viva adiando a semeadura. Seja perseverante no cuidado com a lavoura, pois existe uma distância entre plantar e colher. “À tarde não retires a tua mão.” Não desista facilmente. Não devemos crer na frutificação automática e predeterminada. Sabemos porém que, com a bênção de Deus, nosso esforço será recompensado com uma colheita abundante.

Gostou deste artigo? Não esqueça de compartilhar:

Share on facebook
Facebook 0
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Veja também

As testemunhas do Evangelho

Antes de voltar ao céu, Jesus disse aos discípulos: “Recebereis poder ao descer sobre vós o Espírito Santo, e ser-me-eis testemunhas…” (At

Conceitos e tradições

Em muitas oportunidades, Jesus citou e questionou ditos populares, conceitos e ensinamentos da sua época, como vemos nas seguintes passagens bíblicas: “Ao

A hora é agora

Muitos judeus voltaram do cativeiro com o sacerdote Esdras e logo começaram a reconstruir o templo em Jerusalém. Porém, diante das dificuldades

A Palavra permanece

Adão deve ter dito muitas coisas, mas algumas de suas frases chegaram ao nosso conhecimento, conforme lemos em Gênesis 2 e 3.