O menor da tribo

palavrado

Quantas vezes você já se sentiu pequeno, sem valor e incapaz? Em quantas ocasiões questionou o que Deus viu na sua pessoa para lhe designar determinada tarefa na obra Dele? Quem sabe até hoje, mesmo que tenha passado anos que entregou seu coração a Jesus, você ainda tenha esses pensamentos. Pois hoje será o último dia que essas ideias negativas irão habitar seu pensamento.

Versículo chave: “Porém o SENHOR disse a Samuel: Não atentes para a sua aparência, nem para a grandeza da sua estatura, porque o tenho rejeitado; porque o SENHOR não vê como vê o homem, pois o homem vê o que está diante dos olhos, porém o SENHOR olha para o coração.” (I Samuel 16: 7)

Com certeza você já ouviu falar de Jessé, filho de Obede e neto de Rute. Teve oito filhos e duas filhas, dentre eles, Davi, o menor de sua casa. Sendo neto de Boaz, provavelmente Jessé era abastado, rico e influente. Seus três filhos mais velhos estavam no exército de Saul (“Os três filhos mais velhos de Jessé tinham ido para a guerra com Saul: Eliabe, o mais velho; Abinadabe, o segundo; e Samá, o terceiro.” 1 Samuel 17:13). Como não havia alistamento obrigatório naquela época, isso indica que os três eram guerreiros treinados, o que só acontecia nas famílias ricas que podiam arcar com custos e comprar armas.

Já Davi, sendo o menor e mais “frágil”, seguia como pastor de ovelhas, tarefa que alegrava o seu coração. Podemos imaginar o quanto Davi sofria com brincadeiras e comparações com seus irmãos. Mas era onde Davi gostava de estar, em sua missão solitária, ele olhava para os montes e conversava com Aquele que sabia ser Deus. No campo, tocava harpa enquanto algumas ovelhas se acomodavam em seus pés e lhe seguiam. O pastor Davi as amava com sua própria vida. Não importando o tamanho nem a força do animal que se aproximava do seu rebanho, ele enfrentava. (“Então disse Davi a Saul: Teu servo apascentava as ovelhas de seu pai, e sempre que vinha um leão, ou um urso, e tomava um cordeiro do rebanho,  eu saía após ele, e o matava, e lho arrancava da boca; levantando-se ele contra mim, segurava-o pela queixada, e o feria e matava.” 1 Samuel 17:34-36). Era sua vida pelas ovelhas. A familia não compreendia porque ele passava tantas horas no campo.

Certo dia o profeta Samuel foi designado por Deus para ungir o futuro Rei de Israel, e seguiu em direção a Belém. Imaginamos Jessé preparando os filhos para a chegada de Samuel: a melhor roupa, recomendações de comportamento e Davi…. foi excluído. Afinal, o futuro Rei de Israel precisa ser forte, guerreiro, corajoso, não é?

Não! Para Deus a aparência pouca importa. Em dado momento, enquanto os três filhos de Jessé desfilavam para Samuel, Davi dançava para Deus, e os olhos de Deus estavam sobre ele: “Samuel, não escolhi a nenhum desses, mas ao mais moço, manda chamá-lo” I Sm 16:11.

E quando Davi enxergava o mensageiro ofegante correndo em sua direção, seu coração se enchia de alegria, com certeza o caminho de casa naquele dia se tornou mais curto, o amado do Senhor parecia flutuar em direção ao seu chamado. E ali, perante sua casa, o menor da tribo, desprezado pelos irmãos, se torna Rei de Israel. “Eu te tirei do curral, de detrás das malhadas, para que fosses chefe do meu povo Israel. E estive contigo por toda parte, por onde foste” I Cr 17:7,8. 

Desprezado pelos irmãos, excluído dos privilégios, o menor entre todos: Deus o via, e deu a última palavra: “Te escolhi, para ser Rei”. Nada pode impedir o sucesso do homem que tem um coração transbordante de bondade e gratidão a Deus. Os homens carnais não compreendem os sobrenaturais.” I Cor 2:14.

O menor da tribo viveu a vontade de Deus, se mostrou o mais poderoso dentre todos, pois em seu coração trazia fé, amor e o principal: vontade de viver a vontade do Pai. 

Deus tem olhos poderosos que enxergam nosso verdadeiro valor, não deixe que julgamentos vazios ou comparações sem fundamento atrapalhem o seu caminhar com Deus. Não deixe de crer, de acreditar, de servir a Deus como fazia Davi, por mais simples que seja sua tarefa. Deus nos chamou para vencer. E chegará o dia onde você será levantando como Rei, da sua casa, da sua família, da sua empresa.

Deus nos chamou para adorá-lo e servi-lo e com toda certeza não olhou para nós como o homem. Para o Senhor não existe cor, naturalidade, peso, títulos ou bens materiais. O interesse Dele está no seu coração. Por isso, pare de se sentir pequeno, incapaz, e medíocre. Creia que Ele te chamou e Ele mesmo te fará forte o orientará para fazer do jeito certo e que resultará em bênçãos para a vida de outras pessoas. Permita que o Espírito Santo te use, seja santo como Ele é, obedeça e creia, pois se assim você proceder verá maravilhas acontecer.

Discípulo Bruno Tallarico

——

Você, membro da Filhos da Oliveira, que gostaria de contribuir com esta seção enviando um testemunho, estudo ou uma pequena palavra. Entre em contato com o Ministério de Comunicação. Ficaremos felizes em receber um texto escrito por você.

Gostou deste artigo? Não esqueça de compartilhar:

Share on facebook
Facebook 0
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Veja também

As testemunhas do Evangelho

Antes de voltar ao céu, Jesus disse aos discípulos: “Recebereis poder ao descer sobre vós o Espírito Santo, e ser-me-eis testemunhas…” (At

Conceitos e tradições

Em muitas oportunidades, Jesus citou e questionou ditos populares, conceitos e ensinamentos da sua época, como vemos nas seguintes passagens bíblicas: “Ao

A hora é agora

Muitos judeus voltaram do cativeiro com o sacerdote Esdras e logo começaram a reconstruir o templo em Jerusalém. Porém, diante das dificuldades

A Palavra permanece

Adão deve ter dito muitas coisas, mas algumas de suas frases chegaram ao nosso conhecimento, conforme lemos em Gênesis 2 e 3.